O 1º de maio de 2021 é marcado pela catástrofe nacional das mais de 400 mil mortes sob o governo genocida de Bolsonaro. Milhares de trabalhadores e trabalhadoras levarão solidariedade a quem neste momento está em maior vulnerabilidade, nas favelas, grotas, palafitas, morros e rincões deste país.

“Vacina: é uma questão se eu amo a vida ou amo a morte.” (Lula)

A campanha “Vida, Pão, Vacina e Educação” será o braço forte nas ações deste fim de semana por todo o Brasil, com grande participação dos Comitês Lula Livre espalhados pelo país. Confira a agenda dos atos:

Região Sul

PARANÁ

Cascavel, 29 de abril, 9h. Carreata e ato pela vida. Concentração no Núcleo Regional de Educação e encerramento na Catedral Nossa Senhora da Aparecida. Com ato público e exposição fotográfica que marca os 6 anos do massacre contra os professores do Paraná.

Marmeleiro, Até 26 de abril. Na Região Sudoeste do estado, foram entregues ao longo da semana passada aproximadamente quatro toneladas de alimentos. A arrecadação foi organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar da cidade em parceria com outras 18 entidades da sociedade civil e arrecadou 115 cestas básicas. De acordo com a presidenta do sindicato, “a campanha continuará enquanto tiver gente sem alimento na mesa”. Além de Marmeleiro, na região sudoeste do estado, outras ações pontuais estão sendo realizadas desde o início da pandemia, com o apoio da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf-PR).

Curitiba. 25 de abril. Ato simbólico. 300 cruzes foram colocadas em frente à Catedral, com nomes de vítimas do coronavírus. Ação da Casa da Resistência, local em Curitiba de organização popular, junto a outras entidades, sindicatos e movimentos sociais.

Curitiba. 29 de Abril. Servidores públicos realizam carreata e ato em frente ao Palácio Iguaçu, em Curitiba, a sede do poder executivo estadual. Eles lembram do 29 de abril, data do Massacre do Centro Cívico.

Paranaguá. 1º de Maio Unificado e Virtual, 14h. Livre promovida pelas centrais sindicais e transmitida pelo Fórum de Debates de Paranaguá e Litoral.

RIO GRANDE DO SUL

Porto Alegre, 29 de abril, Colagem de cartazes. Centrais sindicais fazem ação de colagem de cartazes em Porto Alegre em preparação ao Primeiro de Maio.

Porto Alegre, 01 de maio, 10h às 17h, Drive-Thru contra a fome. Ação das centrais sindical e do Comitê Popular de enfrentamento ao Covid-19no Largo Glênio Pleres, no centro de Porto Alegre

Porto Alegre, 01 de maio, a partir das 13h30 no bairro Lomba do Pinheiro: Entrega de gás de cozinha a preço justo. Ação organizada pelo MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens) e Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Sul.

São Leopoldo, 28 de abril, Vacina Já! O Dia Nacional da Educação, celebrado nesta quarta-feira, 28 de abril, teve ação dos representantes do Movimento Vacina Já, de São Leopoldo, que entregaram pela manhã um ofício para a 2ª Coordenadoria Regional da Educação (CRE), exigindo que as aulas presenciais só ocorram quando houver vacina para todos os educadores(as).

Santa Maria, 28 de abril, Vacina Já! Manifestação da CUT Regional Centro contra a volta das aulas presenciais na pandemia, na manhã desta quarta (28), no centro de Santa Maria. “Escolas fechadas salvam vidas. Vacina já!”

SANTA CATARINA

Florianópolis. Primeiro de Maio. Faixaço na ponte Hercílio Luz a partir das 8h. Ação das centrais sindicais, Frente Florianópolis Fora Bolsonaro e o Fórum de Servidores

Florianópolis. Primeiro de Maio, 8h, Ato simbólico no TICEN. Acontecerão intervenções em frente ao Ticen com exposição de faixas e fixação de cruzes. Ação das centrais sindicais, Frente Florianópolis Fora Bolsonaro e o Fórum de Servidores

Florianópolis. Primeiro de Maio, 10h, Ato simbólico unificado no largo da Catedral. Ação das centrais sindicais, Frente Florianópolis Fora Bolsonaro e o Fórum de Servidores

Criciúma. Primeiro de Maio. Carreata por vacina sim e Fora Bolsonaro, 9h. Concentração ao lado do Parque das Nações (Rua da Arquibancada)

Lages. Primeiro de Maio. Ato simbólico em defesa da vida, por Fora Bolsonaro e vacina para todos na Praça João Costa (Calçadão), às 15h

Chapecó. Primeiro de Maio Faixaço em defesa da vida, por vacina e emprego em diversos pontos da cidade e arrecadação de alimentos (local de coleta a confirmar)

Coronel Freitas. Primeiro de Maio. Colocação de faixas com as pautas do 1º de maio em pontos do município

Joinville. Primeiro de Maio. Ato simbólico na Praça da Bandeira, às 10h, chamado pelo SINSEJ

São Bento do Sul. Primeiro de Maio. Bandeiraço na escadaria da Igreja Matriz, às 10h

Caçador. Primeiro de Maio. Colocação de faixas em alusão as mortes por Covid-19 e arrecadação de alimentos para doação (local de coleta a confirmar)

Blumenau. Primeiro de Maio. Ato virtual, às 9h, com a participação de representantes do movimento sindical e movimento social sobre as pautas do 1º de maio e apresentação cultural.

Região Sudeste

MINAS GERAIS

Belo Horizonte, 26 de abril. Panfletagem em frente às agências da Caixa Econômica Federal (Caixa) Olinto Meireles e Afonso Vaz de Melo, no Barreiro. A concentração acontecerá às 9 horas na Olinto Meireles.

Belo Horizonte, 1º de Maio. Carreata Vida, Emprego, Democracia e Fora Bolsonaro no sábado, Primeiro de Maio, às 9h, na Avenida Abrahão Caram, em frente ao Mineirão. A saída será às 10 horas.

Minas Gerais. Primeiro de Maio, 17h, Grito pela vida. Ato virtual beneficente realizado por centrais sindicais, sindicatos e pelo Coeltivo Alvorada.

Ipatinga. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização do Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização do Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

SÃO PAULO

Arujá. Primeiro de Maio, 8h. Carreata. Concentração em frente à Escola Estadual Geraldo Barbosa, no Bairro Mirante. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Campinas. Primeiro de Maio, 9h30. Concentração com arrecadação de alimentos no Largo do Pará para doação à famílias em situação de emergência.

Diadema. Primeiro de Maio, 10h. Drive-thru solidário. Praça da Moça. Será o local de dispersão da carreata de São Bernardo. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Ferraz de Vasconcelos. Primeiro de Maio, 9h. Carreata. Concentração na Avenida Janio Quadro, altura do número 2191. Segue até o Largo da Feira de Jundiapeba em Mogi das Curzes. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Osasco. Primeiro de Maio, 9. Concentração na Avenida Sport Club Corinthians em frente ao SESC Osasco.. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Itaquaquecetuba. Primeiro de Maio, 8h. Carreata. Concentração na Avenida Presidente Tancredo Neves, próximo a Estação Itaquaquecetuba, na altura da antiga secretaria de educação. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Mauá. Primeiro de Maio,10h. Drive-thru solidário. Avenida Portugal. Será o local de dispersão das carreatas de Santo André e Rio Grande da Serra. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Mogi das Cruzes. Primeiro de Maio, 10h. Carreata. Concentração na Avenida Cívica, Próxima ao Ginásio Municipal de Esportes, segue até o Largo da Feira de Jundiapeba. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Poá. Primeiro de Maio, 9h30. Carreata. Concentração na Avenida Vital Brasil, 1400.. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Rio Grande da Serra. Primeiro de Maio, 10h. Carreata. Concentração na Av. Dom Pedro I, 743, Jardim Novo Horizonte, segue até Mauá. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Bernardo do Campo. Primeiro de Maio, 9h. Carreata. Concentração em frente ao Estádio Primeiro de Maio, na Rua Olavo Bilac, 240. Segue até a Praça da Moça em Diadema.

São Paulo. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização da Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

Santo André. A Campanha Quarentena Solidária do Sindicato dos Químicos do ABC já arrecadou mais de 13 toneladas de alimentos em 2021. As doações podem ser feitas às terças e quartas feiras das 10h às 16h, na Rua Senador Fláquer, 813 – Centro.

Santo André. O Sindicato dos Bancários do ABC também tem ações de solidariedade. As doações podem ser feitas na sede do sindicato: Rua Xavier de Toledo 268, centro de Santo André, das 10h às 17h. Mais informações: 11 99798-4732 ou WhatsApp 11 99798-4732

Santo André. Primeiro de Maio, 10h. Carreata. Concentração na Av. Artur de Queiróz, 52, Bairro Casa Branca. Segue até Mauá. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 8h30, Carreata 1 Zona Leste. Concentração na Rua Ursa Menor, esquina Avenida Ragueb Chofhi (atrás do Assaí Atacadista). Vai até a Praça Brasil no Conjunto Residencial José Bonifácio em Itaquera. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h, Carreata 2 Zona Leste (Cidade Tiradentes). Contenção na ETC (Avenida dos Metalúrgicos). Vai até a Praça Brasil no Conjunto Residencial José Bonifácio em Itaquera. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h, Carreata 3 Zona Leste (Guaianases). Concentração no DZ Guaianazes do PT (Rua Darcilena). Vai até a Praça Brasil no Conjunto Residencial José Bonifácio em Itaquera. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h, Carreata 4 Zona Leste (Itaquera). Concentração no Largo da Matriz de Itaquera (Rua Flores do Piauí). Vai até a Praça Brasil no Conjunto Residencial José Bonifácio em Itaquera. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h, Carreata 5 Zona Leste (São Miguel / Itaim Paulista). Concentração na Praça Rotary. Vai até a Praça Brasil no Conjunto Residencial José Bonifácio em Itaquera.

São Paulo. Primeiro de Maio, 8h20, Carreata 6 Zona Leste (Vila Formosa / Tatuapé). Concentração na Rua Costureira, 777. Seguem até a concentração da Carreata 2 (Rua Ursa Menor x Ragueb Chofhi). Vai até a Praça Brasil no Conjunto Residencial José Bonifácio em Itaquera. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h, Carreata Zona Sul (Santo Amaro). Concentração na Avenida Nossa Sra. do Sabará, 1600 (antiga Fábrica Silvania). Vai até o Cemitério São Luiz (Rua Luis Antonio Verney). Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h, Carreata Sudeste (Jabaquara). Concentração na Igreja São José (Av. Eng. Armando Arruda Pereira). Vai até a Estrada de São João Clímaco. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h, Carreata Norte (Brasilandia). Concentração na Estrada do Sabão, nº 800 (Sacolão), Jardim Maristela. Vai até o CEI Indir Vila Maria (Rua dos Condoreiros, 400 – Conjunto Promorar, Vila Maria III). Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h, Carreata Oeste (Pinheiros). Concentração nos arredores do Largo da Batata (Rua Padre Carvalho). Vai até a entrada da comunidade São Remo (Rua Baltazar Rabelo, ao lado do Mercado Roldão). Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h. Centro. Concentração na Praça do Patriarca, faz uma parada na Prefeitura até o antigo prédio Wilton Paes onde soma ao ato dos movimentos de moradia.. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

São Paulo. Primeiro de Maio, 9h30. Carreata Mooca. Concentração na Rua dos Trilhos. Faz parada na Rua Visconde de Laguna, esquina com Rua Javari (local da primeira greve operária brasileira em 1917) depois segue até a Praça da República. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Suzano. Primeiro de Maio, 10h. Carreata. Concentração na Avenida Brasil, altura do Parque Max Feffet, onde encontra as carreatas de Itaqua e Ferraz e segue até o largo da Feira de Jundiapeba, em Mogi das Cruzes. Ação das centrais sindicais (CUT, CTB, CSP, Intersindical Central Sindical, Intersindical Instrumento de luta), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo.

Região Nordeste

ALAGOAS

Maceió. A CUT e movimentos populares realizaram uma campanha de arrecadação de doações de cestas básicas e fará a distribuição na próxima sexta-feira (30), em parceria com movimentos sociais a famílias carentes da capital em Maceió.

BAHIA

Salvador. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização do Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

Salvador. Sábado. 01. 08h – Iguatemi. Ato conjunto da CUT, CSP CONLUTAS, INTERSINDICAL E FÓRUM BAIANO EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO
Salvador. Sábado. 01. 08h – Farol da Barrai. Ato conjunto com arrecadação de alimentos da CUT, CSP CONLUTAS, INTERSINDICAL E FÓRUM BAIANO EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO

CEARÁ

Fortaleza. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização do Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

CUT Ceará também está mobilizando entidades filiadas para arrecadação de cestas básicas e doações para serem distribuídas durante o mês de maio. A campanha será lançada oficialmente no dia 1° de Maio, ás 10h.

MARANHÃO

Ação de Solidariedade na entrega de cestas básicas no Quilombo Urbano da Liberdade e Bairros da Camboa e Madre Deus. 10h.

PERNAMBUCO

Jaboatão dos Guararapes. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização do Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

RIO GRANDE DO NORTE

Natal. A CUT e a Frente Brasil Popular mantêm a campanha “Vida, Pão, Vacina e Educação” que arrecada alimentos junto à comunidade para distribuição às famílias carentes. No dia 1° de Maio a ação será intensificada em Natal. O ponto de arrecadação será a sede da CUT, na Rua Apodi, 156, bairro Cidade Alta, às terças e quintas, das 8h ao meio dia.

Região Norte


AMAZONAS

Manaus. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização da Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

PARÁ

Belém. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização do Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

RONDÔNIA

Porto Velho, 26 de abril. A Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), realizaram a entrega de alimentos da agricultura familiar, sem agrotóxicos, para o projeto “É tempo de amar e servir” desenvolvido pela Paróquia Sagrada Família na manhã (26), em Porto Velho (RO). Foram doados 300 kg de produção entre tubérculos, hortaliças e frutas, além de arroz, feijão, leite, totalizando quase meia tonelada de alimentos doados que serão destinados para doações e para a cozinha do projeto.

Porto Velho. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização do Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

TOCANTINS

Palmas. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização do Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

Região Centro-Oeste

DISTRITO FEDERAL

Brasília. Quinta, 29, 14h. Gás a preço justo. Ação da CMP e da FUP vende botijão a R$40 em bairros periféricos de 11 cidades do Brasil, denuncia a alta dos preços e a privatização da Petrobras no Brasil presidido por Bolsonaro.

GOIÁS

No dia 1° de Maio, A CUT Goiás e Fórum Goiano Contra a Fome irão arrecadar alimentos e doações, na sede administrativa do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior do Estado de Goiás (SINT-IFESgo), na Rua 227, n/ 1213, em Goiânia, das 8h às 13h.

MATO GROSSO DO SUL

Campanhas de arrecadação financeira

CUT Minas Gerais. A campanha CUT Minas Solidária está entregando cestas básicas na periferia de Belo Horizonte, No sábado (24), foram doadas 85 cestas básicas para moradores da Vila do Índio, na região de Venda Nova. Doações também podem ser feitas por meio de conta bancária: Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais, CNPJ: 60.563.731/0007-62, Banco: Caixa Econômica Federal, Agência: 0086, Operação: 003, Conta Corrente: 4357-9

CUT e Frente Brasil Popular Rio Grande do Norte. Banco Brasil, Agência: 00361, C/C: 7890028 ou pelo PIX: 41286332400

Grito pela Vida. Iniciativa de centrais sindicais, sindicatos e do Coletivo Alvorada. As doações serão revertidas em cestas básicas e a Central Única das Favelas (CUFA) fará a distribuição. https://www.vakinha.com.br/vaquinha/grito-pela-vida

Marcha Mundial das Mulheres/RJ. A Marcha Mundial das Mulheres está arrecadando doações para a compra de botijões de gás de cozinha para a Comunidade da Tavares Bastos, no Catete. O preço do gás está um absurdo e não para de aumentar! As ajudas poderão ser feitas pelo pix: [email protected]